Campo GrandeCulturaDestaques

Simpósio de educação patrimonial aborda os bens arquitetônicos de MS

O curso é só um começo para irmos mais para a parte prática depois”, diz Joelma Arguelho, gerente de Patrimônio Cultural da Sectur.

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), em parceria com a Sectur, realiza de 17 a 21 de agosto o “X Simpósio Estadual de Educação Patrimonial e IV Seminário Municipal de Patrimônio Cultural”. O evento será realizado on-line, com lives das palestras transmitidas pelas redes sociais da Fundação de Cultura e da Sectur, devido aos cuidados de isolamento necessários para evitar o contágio da Covid-19.

Com o tema “Patrimônio Cultural e Gestão nas Cidades: Teoria e Prática em Campo Grande e em MS”, o evento tem o intuito capacitar gestores, pesquisadores e profissionais da área, com o objetivo de “trabalharem em prol da preservação da memória, dialogando com questões contemporâneas que envolvem também a área econômica e a preservação”, explica Caciano Lima, gerente de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura do Estado.

Neste ano, o simpósio está direcionado para os bens arquitetônicos materiais imóveis e sobre como intervir nesses bens, qual a legislação pertinente e o que é de importância para professores e profissionais da área. “Para os profissionais atuarem nesses imóveis, eles precisam da Guia de Diretrizes Urbanísticas. A gente tem visto, principalmente por conta da revitalização da rua 14 de Julho, muitas obras feitas à revelia, não tendo encaminhamento conforme prevê a legislação. Tem muita demolição sem autorização. Isto aflige quem trabalha na área. O Ministério Público está nos cobrando. Por isso decidimos discutir este tema no simpósio deste ano. Pretendemos dar continuidade aos debates e ao curso oferecido na programação. O curso é só um começo para irmos mais para a parte prática depois”, diz Joelma Arguelho, gerente de Patrimônio Cultural da Sectur.

Além das palestras on-line, será oferecido o curso Gestão do Patrimônio Cultural Edificado, com o arquiteto da Sectur Fernando Batiston. O curso vai tratar sobre conceitos do patrimônio cultural com ênfase nos edifícios arquitetônicos de Campo Grande. Vai abordar a legislação municipal pertinente sobre o patrimônio, como tombamento, preservação, como o proprietário ou inquilino pode reformar ou pintar imóveis edificados, como ser capaz de identificar os estilos da arquitetura campo-grandense, como uma aula de história sobre a configuração urbanística arquitetônica da Capital. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link: bit.ly/SimpósioPatrimônio2020.

A iniciativa é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul em parceria com a Prefeitura de Campo Grande e a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), com o apoio de Unigran, Uniderp, UCDB, UFMS e Facsul. Todo o evento será transmitido também na Língua Brasileira de Sinais – Libras.

Serviço – Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail supatrimonio.sectur@gmail.com. Já a programação pode ser conferida aqui.

 

Fonte FCMS. Redação TVgdsnews.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo