DestaquesMato Grosso do SulPolícia

Policial é condenado a 6 anos por assassinato de adolescente em baile funk em Campo Grande

O cabo da Polícia Militar Gesus Fernandes de Oliveira, 36 anos, foi condenado na ultima terça-feira (14), pelo assassinato de um adolescente ocorrido em junho de 2017, quando o PM atuava como segurança de casa noturna na Rua da Divisão, em Campo Grande. A pena arbitrada, por homicídio doloso, foi a mínima definida no Código Penal, de 6 anos.

À época, o militar admitiu que atirou contra o jovem, mas disse ter sido legítima defesa, durante uma confusão no estabelecimento. No dia, a vítima, conhecida como “Juninho”, participava de um baile funk no lugar.

Na acusação, a promotoria pediu a condenação por homicídio qualificado por recurso que impediu a defesa da vítima, mas os jurados entenderam diferente e esse agravante não foi aplicado.

A defesa do policial tentou, ainda, que fosse considerando o atenuante da confissão. Ao aplicar a pena, a partir da decisão dos sete jurados, o magistrado Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, entendeu que não era o caso, em razão da fixação da pena no mínimo previsto.

O cumprimento será em regime semiaberto. Ainda cabe recurso tanto pela defesa quando pela acusação em relação à decisão de hoje.

A Polícia Militar foi procurada para saber que medidas serão adotadas em relação ao integrante da Corporação, e ainda não se manifestou.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo