FixoMato Grosso do Sul

Integração e logística serão legados de obras lançadas em Sidrolândia

Para integrar as regiões, melhorar o escoamento da produção agrícola e garantir mais segurança às pessoas, o governador Reinaldo Azambuja autorizou a restauração asfáltica e adequação da capacidade de tráfego de 40,54 quilômetros da MS-162, de Sidrolândia em direção à Maracaju, e a conclusão dos 31,8 quilômetros restantes da obra de implantação do asfalto na MS-258, de Capão Seco (MS-455), distrito de Sidrolândia, a Anhanduí (BR-163), de Campo Grande.

“O investimento nessa rodovia (MS-162) é algo esperado há muito tempo porque liga a região Sul do Estado, sendo importante para escoar a produção, e também por ter muitos assentamentos”, contou o comerciante Wilson Peres de Souza.

As obras somam investimentos de R$ 56,6 milhões, provenientes do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul) e recursos ordinários.

Elas fazem parte do pacote lançado em janeiro deste ano, que prevê a pavimentação e recuperação de 296 quilômetros de estradas em Mato Grosso do Sul, com um investimento de R$ 376 milhões.

Assinatura da ordem de serviço da obra de implantação e pavimentação asfáltica na Rodovia MS-258

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, os investimentos fazem parte de um projeto de integrar regiões. “A reconstrução da MS-162 vai encurtar caminhos em uma região produtora e se tornar uma artéria importante, que integra regiões e gera oportunidades”, disse Reinaldo Azambuja.

Já o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, destacou que o Estado investe em eixos de escoamento da produção. “O Estado segue com um grande pacote de investimentos em infraestrutura, com obras para termos eixos adequados de escoamento. São obras que dão mais segurança para vocês produtores”.

Os eventos em Sidrolândia e Capão Seco contaram também com as presenças do presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Correa, dos deputados Gerson Claro e Barbosinha e de vereadores do município, entre outras autoridades.

Paulo Fernandes, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo