BrasilDestaquesImunizante

Anvisa autoriza vacina da Pfizer contra Covid-19 para adolescentes a partir dos 12 anos

Testes da vacina em bebês e crianças com 11 anos ou menos estão sendo feitos fora do Brasil.

Agora, a bula da vacina passará a indicar esta nova faixa etária para o Brasil; antes, a vacina só podia ser aplicada em adolescentes a partir dos 16 anos. Testes da vacina em bebês e crianças com 11 anos ou menos estão sendo feitos fora do Brasil. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, nesta sexta-feira (11), o uso da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em adolescentes a partir dos 12 anos de idade no Brasil.

 

Agora, a bula da vacina no país passará a indicar esta nova faixa etária; antes, ela só podia ser aplicada em adolescentes a partir dos 16 anos. A vacina é a única que pode ser aplicadas em menores de 18 anos no Brasil. A pasta pretende incluir essa faixa etária (12-17 anos) no plano de imunização contra a Covid-19;

caso pretenda, quando essa faixa etária será incluída, ou se há previsão de fazê-lo ainda em 2021;

caso não pretenda, o motivo.

Até a última atualização deste texto, a reportagem ainda não havia recebido retorno. Caso haja uma resposta, o texto será atualizado.

Pfizer procurou embaixada do Brasil nos EUA para ter resposta sobre oferta de vacina

Para especialistas, desobrigar uso de máscaras por vacinados é uma ‘temeridade’

Segundo a Anvisa, a ampliação da idade em adolescentes foi aprovada depois de a Pfizer apresentar estudos que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela agência.

Nos Estados Unidos e na Europa, a Pfizer está testando sua vacina em bebês a partir dos 6 meses de idade e em crianças com 11 anos ou menos.

 

Fonte G1.

Redação Gdsnews.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo