DouradosFixo

Administração deslancha e Délia Razuk já pensa em novo mandato

Saída de Marçal Filho do páreo pode ser mais um fator a somar na decisão da prefeita douradense de rever decisão de não concorrer à reeleição

Prefeita de Dourados Délia Razuk forte candidata à reeleição _ Arquivo

A máquina administrativa azeitada oferecendo resultados positivos para a população douradense somada à provável desistência do deputado estadual Marçal Filho (PSDB) de disputar a prefeitura de Dourados pode recolocar a prefeita Délia Razuk (PTB) novamente no páreo e embolar definitivamente o meio de campo da sucessão municipal no mais importante município do interior de Mato Grosso do Sul.

Prefeita Délia Razuk e seu filho Neno Razuk, expressões do PTB de Mato Grosso do Sul _ Arquivo

A prefeita Délia estava propensa a não ir para a reeleição, mas, os bons resultados de sua administração e até a possibilidade de o Governo do Estado manter uma posição de neutralidade no processo eleitoral devido a saída do PSDB da disputa, torna o projeto da reeleição uma tarefa mais fácil de ser atingida pela atual mandatária douradense.

Como se sabe, o excesso de postulantes ao cargo de prefeito e, em especial, a possibilidade de Marçal Filho disputar a eleição pelo PSDB, desencorajavam Délia a ir para uma disputa que poderia criar feridas difíceis de serem cicatrizadas até mesmo pela possibilidade de se ter a máquina do governo jogando pesado no processo eleitoral.

Délia que jamais fez oposição ao governador Reinado Azambuja (PSDB) não se sentiria à vontade para subir num palanque e ouvir críticas duras de antigos parceiros e mesmo ter de criticar a quem sempre apoiou.

Ex-deputado estadual Roberto Razuk e a prefeita Délia Razuk _ Folha de Dourados

Com a decisão de Marçal de sair do páreo e a possiblidade de o PSDB até apoiar seu nome – embora os tucanos estejam mais próximos do DEM de Barbosinha, do que do PTB de Délia, do deputado estadual, Neno Razuk, seu filho, e de seu marido, o ex-deputado Roberto Razuk -, a prefeita sente que pode ir para a disputa sem o risco de ser massacrada econômica e moralmente durante a campanha eleitoral.

A tudo isto se soma, como já frisado, o fato de a máquina administrativa douradense ter deslanchado nos últimos meses elevando o índice de aprovação da administração de Délia Razuk a níveis que há bastante tempo não eram atingidos por prefeitos do município.

Todos esses cenários poderão, em futuro breve, levar outros pré-candidatos a reverem a posição com vistas à eleição de novembro vindouro, não se descartando a possibilidade de um atual forte pré-candidato retirar a candidatura para somar com a indicação de Délia Razuk não estando descartada, também, a real possibilidade desse vir a ocupar a vaga de candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo PTB.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo