EntretenimentoNotícias

Três soldados norte-coreanos são presos por dançarem música do BTS, segundo jornal

O BTS é um fenômeno da música de alcance mundial, e suas coreografias são tão bem executatas que os sete idols receberam uma indicação nesta categoria ao VMAs deste ano. No entanto, na vizinha Coreia do Norte a apreciação por seu trabalho é proibida pelo governo do ditador Kim Jong-un. A entrada de produtos estrangeiros é extremamente vigiada, mas acontece. E assim, três soldados praticaram os passos de dança da música “Bloody, sweat and tears”. O breve momento de diversão, contudo, foi descoberto pelas autoridades e, de acordo com o jornal sul-coreano “Daily NK”, os jovens foram presos.

O portal de notícias, conhecido por publicar histórias relacionadas à Coreia do Norte com base em uma rede de informantes, afirmou nesta terça-feira, dia 11, que os soldados estão na faixa dos 20 anos e agora aguardam a sentença pelo delito cometido. Por terem imitado a “decadente dança sul-coreana”, acredita-se que eles deverão “aprender a seguir o espírito revolucionário dos ancestrais”.

Fontes do “Daily NK” disseram que o trio fez a coreografia na Estação Sokhu, na província South Hamgyeon, no último dia 5, e foi preso durante uma viagem do exército norte-coreano à montanha Baekdu, próxima da fronteira com a China.

Os jovens da divisão sob comando da Força Aérea e do Comando Antiaéreo estavam num trem de Pyongyang para Hyesan que parou de repente devido a uma queda de energia. Eles teriam aproveitado o momento de pausa para dançar a referida música do BTS.

Ao serem flagrados, o “Daily NK” relata que os três foram entregues ao pelotão de segurança de guerra da estação de Sokhu e escoltados até as tropas por decisão do departamento de propaganda.

Em sua defesa, os jovens soldados afirmaram que desconheciam a origem da música, ressaltando terem ouvido a canção antes do alistamento. Há um risco, porém, de toda a unidade passar por uma “revisão ideológica”.

As autoridades norte-coreanas teriam distribuído, no dia 8, um plano para oficiais intitulado “A cultura ideológica capitalista e a questão dos jovens militares na nova geração”.

O “Daily NK” explicou que os militares puderam reconhecer os movimentos de “Bloody, sweat and tears”, do BTS, por existir um órgão especializado que assiste a vídeos estrangeiros por três horas semanais no departamento de segurança nacional.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios