Ação SocialDestaquesEmpregoMiranda

Prefeitura de Miranda: Indígenas vão trabalhar no raleio da maçã no Sul do País

“Já é habitual neste período do ano, que empresas selecionem mão de obra indígena, para os Estados como o Rio Grande do Sul, onde a lavoura de produtos como a maçã pedem mão de obra específica e qualificada para a função”, explicou Lucimar Bom, gestora da Casa do Trabalhador em Miranda.

A prefeitura municipal de Miranda, através da Secretaria de Assistência Social e Casa do Trabalhador, realizou na última quinta-feira, 7 a seleção da mão de obra indígena para o trabalho de “raleio” da maçã no Estado do Rio Grande do Sul. “Já é habitual neste período do ano, que empresas selecionem mão de obra indígena, para os Estados como o Rio Grande do Sul, onde a lavoura de produtos como a maçã pedem mão de obra específica e qualificada para a função”, explicou Lucimar Bom, gestora da Casa do Trabalhador em Miranda.

 

Com a intervenção do Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul, (MPT-MS) as contratações foram formalizadas, e ocorrem dentro da legalidade, pelo quinto ano consecutivo. Essa iniciativa eliminou de vez a figura dos “gatos” que muitos problemas trouxeram aos trabalhadores indígenas.

 

“Raleio”

 

Antes da colheita, que começa no final do mês de janeiro, os trabalhadores selecionados, vão para o Sul para o que se chama “raleio” da maçã que significa o trabalho de colheita do excesso de frutos para que a árvore, sem estar muito carregada, dê frutos maiores e de melhor qualidade.

 

Ao todo, foram selecionados 92 trabalhadores indígenas que saíram nesta sexta-feira, 8 para o Rio Grande do Sul.

 

Fonte Portal de Notícia de Miranda.

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close