CorrupçãoDestaquesJustiçaMato Grosso do SulPolítica

Prefeito de Terenos, Sebastião Donizete Barraco está sendo investigado pela compra de uma fazenda no valor de 6 milhões.

Vereadores, ministério público e polícia federal pedem explicação de onde veio tanto dinheiro

Com um histórico de truculência e violência, inclusive contra seus próprios eleitores, o atual prefeito de Terenos, Sebastião Donizete Barraco (DEM), agora está sendo investigado pelos vereadores da Câmara Municipal da cidade, pelo Ministério Público e Polícia Federal por ter comprado uma fazenda, no valor de 6 milhões de reais, enquanto o município agoniza, sem creche, escola, saúde e outras necessidades básicas.

 

Após a denúncia da compra desta fazenda, a polícia federal entrou no caso, e agora as autoridades buscam informações para confirmar esse negócio, e descobrir a procedência do dinheiro investido na compra da fazenda.

 

A suspeita dos vereadores, é que esse dinheiro possa ter saído dos cofres da prefeitura, caso isso seja confirmado, a intenção deles, é pedir a cassação do prefeito, e o ressarcimento do recurso ao erário publico. As desconfianças contra o prefeito, já vem de longa data, mas só agora, os vereadores resolveram investigar.

Sebastião Donizete vem acumulando uma série de denuncias por violências contra as pessoas, até mesmo contra seus próprios eleitores. No dia 4 de maio de 2018, ele foi parar na delegacia e nas páginas policiais por ter agredido a socos e pontapés, um homem, que o havia criticado em uma página do facebook.

A agressão, segundo o boletim de ocorrência registrado na delegacia de Polícia Civil do município pela vítima, ocorreu por volta das 23h40 da sexta-feira (4) de maio, durante uma festa de rodeio.

No boletim de ocorrência, a vítima disse que estava com a esposa no evento, quando o prefeito se aproximou e disse: “É você que me f… no Facebook né”, e que logo em seguida começou a desferir socos e pontapés, além de insultos contra ele. Após a agressão Barraco acabou sendo contido e afastado do homem.

 

A vítima disse que o golpe fez com saísse muito sangue do seu nariz, mas que manteve a calma e não revidou as agressões, vindo a procurar a polícia em seguida, para que fossem tomadas as providências cabíveis.

 

O homem disse ainda que o motivo da agressão foi um comentário que ele fez na página do prefeito no Facebook que dizia o seguinte: “Se ao invés de ficar tirando foto e trabalhasse mais, seria mais acreditado em Terenos…”.

 

A vítima ainda relatou a polícia que Barraco apresentava estar em “visível estado de embriaguez” e que várias pessoas no local presenciaram a agressão.

 

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa na Delegacia de Polícia Civil de Terenos. A polícia aponta que na segunda-feira seguinte começa ou a investigar o caso, ouvindo o suspeito da agressão, a vítima e testemunhas.

Em nota oficial, divulgada pela assessoria de imprensa do município, o prefeito confirmou a agressão e alegou que ela ocorreu no “calor do momento”, por conta da vítima “ter apontado o dedo contra ele e o desaforado”.

 

Agora Sebastião Donizete Barraco, conhecido pela sua truculência vai ter que responder a justiça de onde veio tanto dinheiro para comprar uma fazenda.

 

A Redação – TVGdsnews.com­

 

 

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close