Fixo

Pela terceira semana consecutiva MS bate recorde do número de mortes por Covid-19

Na semana recém concluída a quantidade de casos novos também foi a maior de toda a pandemia, 9.855.

Mato Grosso do Sul registrou na semana passada – que terminou no sábado (3) – o maior número de mortes de toda a pandemia de Covid-19, 347. Foi a terceira semana consecutiva em que essa marca negativa foi quebrada.

Da mesma forma, na semana recém concluída a quantidade de casos novos também foi a maior de toda a pandemia, 9.855. A semana anterior registrava o recorde até então, 8.877.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, atribuiu o agravamento da pandemia no estado a parcela da população que continua negando o risco da Covid-19.

“A quem imputar essa responsabilidade, se não é a essa parcela da população das festinhas clandestinas, das aglomerações, das viagens desnecessárias, das rodas de tereré, da cachaça entre amigos, enfim, tudo aquilo que o vírus adora. Ele está aí, à espreita. Ele está louco para se hospedar e o hospedeiro dele é o ser humano”, lamentou Resende.

O secretário lembrou ainda que no mês de março foram registrados no estado 1.031 óbitos provocados pela Covid-19. O número é quase o dobro do confirmado em dezembro, 587, que era até então, o pior da pandemia em quantidade de vidas perdidas.

Dados da pandemia

 

Nesta segunda-feira, a secretaria estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES) apresentou os seguintes dados da pandemia:

  • Casos novos: 831
  • Casos confirmados desde o início da pandemia: 221.725
  • Mortes: 32
  • Óbitos desde o início da pandemia: 4.513
  • Casos ativos da doença: 14.934
  • Pessoas infectadas em isolamento domiciliar: 13.643
  • Pacientes hospitalizados: 1.291
  • Taxa de ocupação de leitos de UTI Covid: 107%
  • Recuperados: 202.278

 

 

 

Fonte: G1 MS

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo