BrasilDestaques

Cientista brasileira enfrenta acusação de falsificação de diploma

Ela nega que tenha falsificado qualquer documento.

Após denúncia de diploma falso feito por jornal, a professora e cientista Joana D’Arc Félix de Souza admite não ter feito de pós-doutorado na Universidade Harvard, nos EUA. Porém ela nega falsificação de documento para alegar título.

“Eu não fui efetivada como aluna da universidade. Não tenho diploma de pós-doutorado, isso é um fato conhecido”, diz.

Foi o jornal “O Estado de São Paulo”, que publicou nesta terça-feira (14), uma matéria com informações que Joana usou um diploma falso para tentar confirmar a passagem dela pela universidade.

Vinda de uma família humilde, a história de Joana ficou conhecida em todo o país, ganhando mais notoriedade após anúncio de filmes sobre seu passado, com participação da atriz Tais Araujo. Nascida em Franca (SP), filha de uma dona de casa e de um encarregado de curtume, ela se graduou em química pela Unicamp, onde também concluiu o mestrado e o doutorado.

A pesquisadora já foi premiada várias vezes por seu trabalho científico e ajuda social na Etec Carmelino Correa Júnior, em Franca, onde atua desde 1998. Ela fica triste com os rumores, pois vê como uma oportunidade de preconceituosos de desmerecer seu trabalho, por ser mulher e negra.

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close